Na hora de realizar um evento, é preciso se preocupar com todas as obrigações e disposições legais existentes. Você sabia que a Portaria n° 1.139/2013 estabelece a obrigatoriedade — em nível nacional — de atendimento de saúde em certas realizações?

Além disso, cada estado e cidade têm regras específicas sobre a necessidade de um serviço de remoção para eventos. Para se ter uma ideia, a Portaria SMS n° 677/2014, da cidade de São Paulo, por exemplo, exige a presença de atendimento especializado em eventos.

Para acertar, a escolha do fornecedor tem que ser criteriosa. Além de atender ao orçamento, é essencial que o serviço apresente a qualidade e a segurança que são exigidas para cuidar das pessoas. Mais que cumprir a lei, esse é um jeito de deixar o público satisfeito e de conseguir melhor reputação na produção de eventos.

A fim de facilitar a sua vida, separamos algumas dicas que podem ajudar você a tomar a decisão ideal. Confira!

Busque um atendimento humanizado

Lembre-se, acima de tudo, de que esse é um serviço voltado para pessoas. Se a remoção para eventos é solicitada, significa que um indivíduo está em um momento de fragilidade ou que necessita de apoio médico. Portanto, o atendimento deve ser humanizado e com máxima qualidade.

Antes da contratação, entenda qual é a visão da empresa sobre o processo e quais são os procedimentos executados para garantir bons resultados. O cuidado com o indivíduo deve estar no centro de tudo para que a humanização se concretize.

Verifique a qualificação dos profissionais

Não adianta contar com um atendimento pessoal se os profissionais não têm a capacitação correta, não é mesmo?

Portanto, recomendamos avaliar qual é a formação de quem atua no serviço. Veja, por exemplo, se o motorista é qualificado e se o profissional de enfermagem é um enfermeiro ou um técnico.

Ter cuidado com isso é importante — entre outros motivos — para garantir o cumprimento das suas responsabilidades, além de ser um jeito de melhorar a satisfação dos participantes dos eventos que precisarem do apoio.

Cheque a documentação e as licenças

Para não ter surpresas desagradáveis com a remoção para eventos, não deixe de conferir se tudo está documentado e licenciado conforme manda a lei.

Verifique os documentos do veículo e veja se ele pode realizar o transporte, por exemplo. Confira, ainda, se todos os profissionais são formados ou se têm as capacitações necessárias.

Em relação aos órgãos públicos, analise se a licença da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) está em dia, bem como a licença concedida pela Secretaria Municipal de Saúde. Assim, há toda a segurança na contratação.

Conheça o comprometimento com a remoção para eventos

O atendimento humanizado é um elemento que demonstra o comprometimento com a qualidade e com a prestação do serviço. No entanto, é preciso ir além para verificar se a empresa realmente fornece o que promete.

Logo nos atendimentos iniciais você já consegue perceber se o negócio é eficiente, se tem processos claros e pessoas preparadas.

Aproveite para verificar se há a formalização de contrato e se a equipe está disposta a tirar dúvidas e a atender necessidades específicas. Em caso afirmativo, recomendamos dar continuidade ao processo.

Não deixe de conferir a pontualidade

Em um evento, não dá para saber quando acontecerá uma emergência que exigirá a remoção. Por isso, é essencial que a equipe esteja disponível desde antes da chegada do público para garantir uma cobertura completa.

Antes de fechar negócio, veja qual é o nível de pontualidade do serviço. Pesquise o que as pessoas dizem nas redes sociais, verifique o tempo estimado de atendimento e o plano de chegada. Com tudo alinhado, a melhor escolha é feita em benefício da sua realização.

A remoção para eventos é de extrema importância e, por isso, deve ser contratada do jeito certo. Com as nossas dicas, o processo será mais simples e eficiente, pode ter certeza!

A qualidade no serviço de remoção é de extrema importância. Para saber mais sobre o assunto, entre em contato conosco e converse com nossos especialistas.