No dia a dia, todos nós estamos sujeitos a situações de risco. Por menor que pareça, uma simples ação cotidiana é capaz de se transformar em algo mais grave e exigir cuidados específicos. Além, é claro, do fato de que precisamos trabalhar, conviver e frequentar ambientes variados onde muita coisa pode ocorrer.

Diante desses fatores, entra em cena a importância dos primeiros socorros para salvar vidas. Eles não excluem a necessidade de acionar ajuda profissional especializada, mas são essenciais para conter uma emergência até que ela chegue.

Quer conhecer alguns procedimentos básicos para esses casos e entender melhor sobre o assunto? Então continue esta leitura agora mesmo!

Paradas cardíaca e respiratória

Paradas cardíaca e respiratória pedem a massagem específica, que você deve conhecer superficialmente. Para executá-la, coloque suas mãos na região do peito, entre os mamilos do indivíduo. Seus braços farão pressão ritmada, então devem estar bem esticados. Repita o movimento em intervalos curtos, mas permitindo que o tórax retorne sempre completamente antes de iniciar a próxima compressão, até o momento em que a ambulância chegar.

Sangramentos

Se o corte for fundo ou grande, a perda de sangue se manifesta com maior intensidade e deve ser contida quanto antes. Recomenda-se o uso de uma luva para tocar o local, ou sacola plástica higienizada. A ferida deve ser limpa superficialmente e ser pressionada por 20 minutos para estancar o sangue com segurança.

Fraturas

Fraturas são um caso mais sério, e o membro quebrado deve ser imobilizado com uma tala ou tipoia até que a vítima chegue ao hospital. Ela, por sua vez, deve se manter o mais próximo da posição normal quanto for possível até receber a atenção de um médico. Fraturas na cabeça, pescoço ou coluna exigem a imobilização total da vítima. A remoção não deve ser feita até que o resgate chegue.

Afogamento

A vítima de afogamento precisa ser colocada de costas, virada com a barriga para cima. O responsável pela prestação de socorro deve fazer respiração boca a boca, intercalada com massagem cardíaca. Assim que ela recobrar os sentidos, precisa ser encaminhada para atendimento especializado com urgência.

Queimaduras

Se a queimadura se manifestar superficialmente, basta lavar a pele com água gelada e secar com um pano bem limpo. Mas se a situação pedir um curativo, é preciso utilizar gaze. Dessa forma, evita-se atrito e contaminações.

Por fim, se a queimadura tiver um tamanho maior ou se for proveniente de exposição ao sol, é fundamental a ingestão de líquido e a procura por um hospital. Bolhas não devem ser furadas e nem tratadas com pomadas e produtos caseiros.

Se os primeiros socorros não foram feitos de maneira correta, a vítima pode ter sua situação agravada e ter que lidar com consequências e sequelas posteriores ao acidente. Em contextos mais graves, elas podem se estender para o resto da vida.

Conhecer a importância dos primeiros socorros salva muitas vidas e ajuda muitas pessoas a melhorarem sua condição até o atendimento adequado. E você, sabia de todos esses detalhes a respeito dos primeiros socorros? Sabe prestar atendimento em alguma das situações citadas? Compartilhe nos comentários sua experiência!